30 de out de 2011

Banco Monte dei Paschi di Siena

     O banco italiano Monte dei Paschi di Siena foi fundado em 1472 na cidade de Siena. É o mais antigo banco do mundo em atividade.
     Possui atualmente cerca de 1800 agências, 28 mil empregados e 4,5 milhões de clientes na Itália, além de agências e negócios no exterior.
     Em 8 de novembro de 2007, o Monte dei Paschi adquire o Banca Antonveneta do Grupo Santander por 8 bilhões de euros. O negócio foi ótimo para os espanhóis do Santander mas, desastroso para os transalpinos quando se estalou a crise internacional de 2008.
     Nos resultados dos testes de stress conduzidos pelo Banco Central Europeu em outubro de 2014, a instituição precisava de 4,2 bilhões de euros para resistir a um cenário de extrema adversidade financeira. Foi o valor mais volumoso assinalado entre os 25 bancos que foram testados pelo BCE. As ações do banco foram suspensas depois de terem despencado cerca de 20% em dois momentos na bolsa de Milão.
     Em dezembro de 2016, as ações pararam de ser negociadas depois que o banco falhou em captar 5,3 bilhões de dólares de investidores privados. Depois disso, o governo da Itália disse que resgataria o banco em janeiro, o que foi aprovado pela Comissão Europeia em julho.
     Em outubro de 2017, depois de meses de incerteza e vaivéns, o Monte dei Paschi di Siena volta a ter suas ações negociadas na bolsa de Milão. A volta foi aprovada pelo órgão regulador na Itália e simboliza uma normalização nas operações do Monte
     Em sua matriz, no Palazzo Salimbeni, em Siena, o banco possui uma grande coleção de obras de arte e centenas de documentos históricos de grande valor, colhidos durante os seis séculos de sua existência.
(Fonte: Wikipédia / Exame.com - 25.10.2017 - partes)

Nenhum comentário :